NOTÍCIAS

Postado em 25 de Outubro de 2013 às 16h09

Universidades potencializam ações na área de inovação tecnológica

As tendências de mercado e as ações desenvolvidas pelas universidades de Chapecó foram amplamente discutidas, nesta semana, durante o Seminário Regional de Tecnologia e Inovação promovido pela Associação Polo Tecnológico do Oeste (Deatec), em parceria com o Sebrae/SC, Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó). O evento integra a programação da Semana da Ciência e Tecnologia Sebrae.

Mediado pelo empresário e ex-presidente da ACATE e ex-secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Sustentável de Florianópolis, Rui Gonçalves, o talkshow com representantes de universidades teve como foco discutir as “Ações de cada instituição de ensino para o desenvolvimento de tecnologias e incentivo à inovação”. Participaram a Unoesc, UFFS e Unochapecó.

UNOESC

O coordenador dos cursos de Sistemas de Informação e de Engenharia da Computação da Unoesc, Tiago Zonta, apresentou a estrutura da universidade que tem 45 anos de atuação, conta com 56 cursos de graduação, 99 de pós, quatro mestrados e mais de 20 mil alunos. Entre as ações da instituição, destacou o Núcleo de Inovação Tecnológica da Unoesc, que visa fomentar a inovação e o empreendedorismo inovador, o desenvolvimento do Polo de Inovação Vale do Rio do Peixe (Inovale), a gestão e proteção da propriedade intelectual, além de estreitar o relacionamento entre universidade e empresa.

O Inovale é um polo tecnológico regional desenvolvido pela Unoesc, Governo do Estado de SC, Fapesc, Inova@SC e Prefeitura Municipal de Joaçaba. A iniciativa tem em sua base a reunião de organizações com interesses correlatos que atuam de forma articulada, visando a geração de empreendimentos inovadores, novos produtos, serviços, tecnologias e processos, bem como de práticas inovadoras de maneira disseminada na região. “Os eixos de desenvolvimento do Inovale incluem as áreas de alimentos, engenharia biomédica, florestas renováveis, metal mecânico e energias renováveis”, destacou.

Segundo Zonta, entre os principais objetivos desse polo estão disseminar a cultura empreendedora da liderança e da inovação nas pessoas e organizações, contribuir para empreendimentos inovadores e incentivar a implementação da inovação em empresas estabelecidas. As obras das futuras instalações do Inovale iniciarão em 2014 em um terreno doado pela Unoesc e Prefeitura. O prédio será construído com recursos do Governo do Estado.

UFFS

Em seguida, o professor doutor Denio Duarte apresentou o “Papel da Pesquisa da UFFS no Desenvolvimento Tecnológico”. A universidade tem quase quatro anos de atividades, conta com seis campi, quatro programas de mestrado e possui uma das maiores concentrações de professores doutores/mestres da região. Entre os seus objetivos está o desenvolvimento de programas de doutorado.

Duarte salientou que o curso de computação da universidade formará a primeira turma em 2014 , visando inserir no mercado profissionais pró-ativos, independentes, com base teórica sólida, empreendedores e pesquisadores.

Na visão do professor, o Brasil deve passar de usuário para produtor de tecnologia. “As iniciativas locais geram efeitos globais. O setor de TI representa uma indústria limpa, que emprega profissionais capacitados e aumenta a arrecadação. Além disso, as universidades têm um papel central na geração de ciência e tecnologia, os parques tecnológicos e temáticos conectam universidades e empresas e o governo incentiva por meio de programas como Ciência sem Fronteira, Sinapse, Finep, entre outros”, relatou.

Duarte assinalou ainda que a UFFS busca formar profissionais com fundamentação científica para quebrar paradigmas, prover infraestrutura para fomentar a inovação, propor pesquisas de ponta com apoio de empresas e governo e oferecer programas de pós-graduação stritu sensu.

UNOCHAPECÓ

Também participou do talkshow o vice-reitor de planejamento e desenvolvimento Unochapecó, professor Claudio Alcides Jacoski. Ele destacou a importância do Parque Científico e Tecnológico Chapecó@, lançado no fim do ano passado com a proposta de potencializar o crescimento econômico, interligar a universidade, o poder público e o setor produtivo da região.

Além da Unochapecó, são parceiros do Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ a Fundação Universitária de Desenvolvimento do Oeste (Fundeste), Prefeitura de Municipal de Chapecó, Acic, SC@2022, Inova@SC e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável.

O Chapecó@ contempla uma Rede de Inovação que atuará na prestação de diversos serviços, como pesquisas, já que estarão à disposição os laboratórios da Unochapecó, profissionais e professores, além de outros ambientes necessários à pesquisa e desenvolvimento.

A Rede de Inovação também contará com: auditórios e salas de aula para utilização de acordo com a disponibilidade; fomento e articulação entre os agentes do setor produtivo entre si e com as capacidades instaladas de pesquisa, extensão e ensino na universidade; apoio e fomento à captação de recursos públicos e privados necessários ao desenvolvimento das atividades acadêmicas e de novos produtos e processos produtivos; entre outros.

“Estamos nos desafiando para formar uma universidade empreendedora que tenha uma relação próxima com a comunidade e a promoção do desenvolvimento”, concluiu Jacoski.

O Seminário também contou com talkshows com representantes órgãos públicos, iniciativa privada e entidades do terceiro setor, bem como a palestra “Perícia em Crimes Cibernéticos”.

O evento foi promovido pela Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec), em parceria com o Sebrae; Unoesc Chapecó, Universidade da Fronteira Sul e Unochapeco. O seminário integra as atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que prosseguem até sexta-feira em Chapecó, com ações do Sebrae. A iniciativa conta com patrocínio do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (SICOM) e do Núcleo das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (NTIC). São apoiadores do evento Fapesc, Prefeitura e a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC).

Veja também

Fórum discutirá seguro desemprego e seus impactos locais16/07/14 O “1º Fórum Seguro Desemprego e os impactos locais” ocorrerá no dia 29 de julho, das 13 às 18 no auditório da Associação Comercial e Industrial de Chapecó. A iniciativa é do Conselho Municipal de Trabalho e Emprego de Chapecó, com apoio da ACIC. A solenidade de abertura está prevista para às 13h30 com a......
Social Commerce: Negócios no mundo online23/07/13 Avaliação, controle e prospecção de negócios além de uma gama de contatos e a possibilidade de avaliar se o negócio dará certo ou não. A acessibilidade ao mundo virtual, facilitada por meio de......
Evento apresenta oportunidades de negócios no exterior07/07/17 As vantagens econômicas e geográficas e as características do mercado espanhol serão apresentadas no evento “Apoio à internacionalização das empresas brasileiras”, no dia 5 de julho, das 9h30......

Voltar para Notícias