Aba 1

    NOTÍCIAS

    Postado em 01 de Abril às 15h19

    Conselho de Núcleos promove capacitação sobre comunicação assertiva

    Possibilitar desenvolvimento aos coordenadores dos núcleos empresariais. Esse foi o objetivo de palestra promovida nesta quinta-feira (31) pelo Conselho de Núcleos da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC). O fundador da empresa Faz que Acontece e integrante do Núcleo Multissetorial, Anderson Sulchinski, falou sobre "Como a conexão através da comunicação pode fortalecer o seu grupo". Participaram coordenadores, vice-coordenadores e tesoureiro dos 14 núcleos empresariais da entidade.

    Sulchinski destacou que os núcleos entregam grande desenvolvimento aos seus integrantes e, consequentemente, para a sociedade, mas nem sempre o benefício é o suficiente para gerar conexões e também para envolver mais empresas. "Às vezes é a forma como todo o trabalho é comunicado. Isso faz diferença para conseguir construir um grupo de empresas mais fortalecido e com cada vez mais inovação", frisou. Durante a palestra, ele explanou sobre ferramentas que auxiliam no engajamento das pessoas.

    De acordo com o palestrante, um problema na comunicação é as pessoas ou empresas focalizarem no que elas entregam, quando deveriam entender qual a dor do outro e como se pode resolvê-la. "Nos tornamos relevantes a partir do momento que criamos uma identificação com a dor do outro. Ter algo muito legal, interessante ou boas ideias não é o suficiente se não forem criadas conexões com quem está escutando. O grande desafio é conseguir entender para atender e envolver as pessoas e não apenas provar que possui um produto ou serviço interessante para o mercado", explicou Sulchinski.

    Outra dica do especialista para a comunicação eficaz é não ter uma regra pronta. "Quando se segue um padrão fixo, empresas e pessoas acabam se tornando um robozinho que replica um jeito específico de falar, perdendo o principal, que é a identidade de cada um. Por isso, é preciso estar consciente do seu tom de voz, da sua linguagem. É importante deixar a naturalidade aflorar na hora de comunicar. Quanto mais uma pessoa se conecta internamente, mais fácil será para se comunicar externamente".

    Nas redes sociais não é diferente. Elas trouxeram grandes facilidades para a comunicação, pois é muito simples gravar um vídeo ou fazer uma live, por exemplo, mas é preciso se sentir à vontade para se mostrar com sua essência e naturalidade. "Outro desafio para empresas não é nem pensar em estratégias mirabolantes, é conseguir comunicar do mesmo jeito que se atende um cliente presencialmente na recepção da organização. Nas redes sociais é preciso ter esse mesmo tom de voz", enfatizou Sulchinski, ao acrescentar que estar nas mídias sociais é inevitável para qualquer empresa. "Porém, é fundamental se mostrar humano para as pessoas porque antes de vender algum produto ou serviço, você precisa se conectar com os demais".

    A diretora de Desenvolvimento de Núcleos da ACIC, Cleunice Zanella, salientou que um dos objetivos dos núcleos empresariais é desenvolver as pessoas e ter comunicação assertiva é importante nesse processo. "Nossa intenção, enquanto núcleos, é possibilitar essas capacitações. Hoje participaram os coordenadores dos grupos, que são lideranças e vão proporcionar impacto na vida dos demais nucleados. Além disso, desenvolvendo as pessoas aprimoramos também as empresas, aumentando a competividade", concluiu.

    Veja também

    Marketing digital – preparando sua empresa para o futuro28/04/17 A relevância dos canais tradicionais de comunicação – rádio, televisão, outdoor, folders – tem diminuído a cada ano, mudando a dinâmica entre empresas e consumidores. A internet tem sido um canal cada vez mais usado e que causa impacto maior principalmente nas novas gerações. O marketing digital faz parte da vida das pessoas e já......
    "É preciso acreditar no sonho, trabalhar muito e ser honesto", afirma Gilberto09/09/20 Uma necessidade aliada ao desejo de ter o próprio negócio levou o empreendedor Gilberto Claro de Sousa a fundar, em 1997, a BS Áudio Soluções em Eventos, em Chapecó. Ele tinha uma banda gospel e tocava na igreja. Como......

    Voltar para Notícias