Aba 1

    NOTÍCIAS

    Postado em 12 de Agosto às 15h09

    WhatsApp Business: o cliente na palma da sua mão

    Autora: Denise Gasparetto, especialista em marketing com ênfase em vendas e em administração de empresas. Possui vasta experiência no setor comercial em treinamentos nas áreas de vendas, negociação, atendimento ao cliente e liderança

    Os acontecimentos dos últimos meses têm ocasionado o fechamento de inúmeras empresas de produtos e serviços, trazendo à tona a necessidade de transformação. Graças às novas tecnologias, muitos negócios estão conseguindo sobreviver. O maior desafio no momento é encontrar o melhor canal, com baixo custo, que seja rápido e fácil para interagir com o cliente.

    Uma opção é o WhatsApp Business, a ferramenta mais utilizada no Brasil e no mundo, desenvolvida pensando na necessidade das pequenas e médias empresas. E a boa notícia é que ele é totalmente gratuito. Segundo uma pesquisa do Panorama Mobile Time/Opinion Box, o WhatsApp está instalado em 99% dos celulares do País e 76% dos usuários do app se comunicam com marcas usando o aplicativo. Essa mesma pesquisa constatou que quando comparado com outros apps de mensagens, o uso do WhatsApp é disparado o maior.

    Com apenas um ano de existência, o WhatsApp Business já alcançou a marca de 5 milhões de usuários - vale destacar que o Brasil é o segundo maior mercado, perdendo apenas para a Índia. De acordo com dados coletados pelo Sebrae, o app para negócios é utilizado por 72% dos empreendedores brasileiros que possuem lojas e empresas. 

    Desenvolvido para auxiliar empresas de pequeno e médio porte, disponibiliza diversos recursos, os quais otimizam o atendimento e a interação com o cliente. Dentre as funcionalidades estão respostas automáticas (de ausência e de boas-vindas), barras de atalhos, etiquetas e filtros. 

    O aplicativo também lançou o recurso de "catálogos", essencial para lojas/empresas que querem exibir seus produtos de maneira interativa na plataforma, propiciando ao cliente o acesso aos itens sem precisar abrir um link externo (o que torna o processo de compra mais simples). Em junho o Brasil foi o país escolhido para o lançamento de mais um recurso: o WhatsApp Pay, que permite pagamentos e transações financeiras sem sair do aplicativo. Infelizmente não foi possível aproveitar a novidade por muito tempo, pois o Banco Central suspendeu a operação, justificando a necessidade de "avaliar eventuais riscos"?. Em contrapartida, as operadoras e cartões de crédito parceiras do WhatsApp Pay estão se movimentando para liberar a nova modalidade de pagamento no Brasil. Certamente, logo, logo as empresas terão essa opção de pagamento que facilitará a vida do cliente.

    O WhatsApp Business é a ferramenta certa para a transformação digital em que vivemos, pois concilia dois ativos importantes para o novo consumidor: o tempo e a escolha de falar quando e como quiser. As estratégias de atendimento e vendas pelo aplicativo são muito mais do que fazer "spam" ou disparar uma "superoferta" para a sua lista de contatos, que geralmente não pediram para receber informações. Se ilude quem pensa que é algo muito simples. E é aí que surge a necessidade de conhecer com profundidade a ferramenta para evitar problemas com o mau uso e resultados inesperados. 

    É preciso trabalhar com o WhatsApp Business de forma correta e planejada para obter resultados efetivos de vendas. Tudo o que você precisa saber é tirar o máximo proveito dessa ferramenta para potencializar seu negócio.

    Veja também

    Núcleo de Salões de Beleza da ACIC promove dia da beleza na Apae07/10/15 Fazer maquiagem, pintar as unhas, cortar os cabelos ou fazer um penteado, essas foram as opções oferecidas aos alunos da APAE Chapecó pelo Núcleo de Salões de Beleza da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC). A ação ocorreu nessa segunda-feira (05) e iniciou a programação em comemoração ao dia das......
    Entrevista: Gilson Carlos Confortin28/04/17 70 anos da ACIC, 100 anos de Chapecó O município de Chapecó completa em 2017 o centenário. Desde sua fundação, passou por diversos ciclos econômicos: iniciou com a extração de madeira......

    Voltar para Notícias