NOTÍCIAS

Postado em 23 de Abril de 2015 às 17h25

“O sucesso é resultado do comprometimento de todos”

Durante o Programa Almoço Empresarial da ACIC, o presidente Sandro Palaoro resgatou a história de ascensão do Clube e demonstrou a preocupação com uma gestão compartilhada, responsável e transparente

“Futebol não é apenas o que acontece dentro do campo. Existe muita coisa nos bastidores e a ascensão da Chapecoense no cenário nacional é resultado do envolvimento dos dirigentes, atletas, colaboradores do clube, patrocinadores, poder público e da torcida”, afirmou o presidente da Associação Chapecoense de Futebol, Sandro Palaoro, ao observar que a Chapecoense mantém o espírito de associação, de fato. Durante o Programa Almoço Empresarial da ACIC, o presidente expôs a trajetória do Clube, explicou como é conduzida a gestão e falou das expectativas e desafios para do único clube do interior do Sul do Brasil, entre os 20 clubes que disputam a série A do Campeonato Brasileiro.
Segundo Palaoro, o Clube passou por um divisor de águas quando, em 2005, a classe empresarial chapecoense abraçou um time praticamente falido que acumulava uma dívida de 1,5 milhão de reais. “A união reergueu a Associação. Com todos no mesmo foco e minimizando os erros, foi possível, dois anos depois, em 2007, voltar a conquistar títulos e apresentar bons resultados”, disse.
Atualmente, a estrutura de pessoal da Chapecoense conta com 105 pessoas entre colaboradores, atletas e comissão técnica, além da diretoria executiva e 200 membros no Conselho Deliberativo. A evolução dos números do Clube foram significativas. Em 2004, eram 650 sócios torcedores. Hoje são 8.500. No orçamento, o salto foi de 1 milhão em 2004 para 40 milhões em 2015.
Em 2011, iniciou-se um processo de gestão compartilhada entre a Diretoria Executiva e o Conselho Deliberativo. Desde então, vêm se fortalecendo os departamentos financeiros, de marketing e de futebol por meio da profissionalização das estruturas e do aproveitamento de pessoas com experiências nessas respectivas áreas; investindo-se na criação das escolinhas e no fortalecimento das categorias de base e buscando-se o apoio do empresariado que contribui com o Clube a partir de suas experiências de gestão e mercado.
Sobre a gestão do Clube, Palaoro também valorizou a adoção de um sistema diário de fluxo de caixa, controle dos gastos, corte de custos e criação de fontes alternativas de receitas.
“Conseguimos mostrar para o Brasil que, a exemplo do empreendedorismo que marca Chapecó e sua gente, a Chapecoense também tem tido êxito nas tomadas de decisões e com os pés no chão, gastado só o que arrecada. Não temos dívidas, estamos com a folha de pagamento em dia e não temos nenhuma reclamatória trabalhista ”, comentou.
Palaoro também citou, como saldo positivo da gestão, a construção do Centro de Treinamentos, a criação da Comissão de Segurança no estádio e os grandes investimentos nas categorias de base. A Chapecoense está na expectativa de receber até metade deste ano, o certificado de Clube Formador de Atleta, conferido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
Segundo o presidente, o maior desafio para 2015 é permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro, posição que garantirá maior arrecadação e visibilidade ao Clube.
No encerramento da palestra, Palaoro lembrou a situação calamitosa vivenciada por Xanxerê neste momento, em função do tornado que atingiu o município no dia 20 de abril. Como forma de retribuir pela acolhida que Xanxerê ofereceu à Chapecoense no ano passado, quando foram realizados jogos e treinamentos naquele município, o Clube estuda uma possibilidade de reverter a arrecadação com a bilheteria de um jogo para ajudar na reconstrução do que for necessário.
Acompanhado pela família, Palaoro enfatizou que o apoio e comprometimento de todos fazem da Chapecoense um Clube em crescimento e ascensão.
Programa Almoço Empresarial
O Programa Almoço Empresarial da ACIC conta com apoio do BRDE. O banco vem se consolidando como uma das principais fontes de financiamento da região Sul do Brasil com atuação em quase todos os setores econômicos, financiando empreendimentos de todos os portes.
Para o presidente da ACIC, Bento Zanoni, o Programa Almoço Empresarial já conquistou respaldo junto aos empresários que correspondem garantindo casa cheia em todas as edições.

Veja também

Para onde vai seu dinheiro?09/08/13 Algumas pessoas não sabem ou precisam pensar muito antes de responder no que o seu dinheiro está sendo aplicado. De acordo com o instrutor Airton Luiz Rigotto, que ministrou o curso “Fluxo de caixa – ferramenta para tomada de decisão”, oferecido pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), isso acontece por falta de controle e de registro das......
Empreendedorismo, inspiração e atitude27/03/15 ACIC e Prefeitura Municipal de Chapecó promovem 7º workshop da mulher Consolidado como um dos principais eventos realizados em Chapecó com foco nas mulheres, o 7º Workshop da Mulher abordará o tema......

Voltar para Notícias