NOTÍCIAS

Postado em 23 de Março às 17h36

Núcleo de Sustentabilidade da ACIC debate Agenda 2030

  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -

Apresentar a Agenda 2030 – um plano de ação global para o planeta alcançar o desenvolvimento sustentável – foi objetivo da oficina “Agenda 2030 aplicada a MPMEs – Estratégias empresariais para o desenvolvimento sustentável” realizada pelo Núcleo de Sustentabilidade da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) recentemente. A proposta foi conhecer os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e alinhar as metas à estratégia das micro, pequenas e médias empresas (MPMEs).

A consultora de sustentabilidade da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), Adelita Adiers, abordou cinco passos para que as empresas conheçam, priorizem e implementem os ODS: entendendo os ODS, definindo prioridades, estabelecendo metas, integração e relato e comunicação. “Também desenvolvemos atividades em grupo partindo do conhecimento inicial dos participantes até o estágio final, que é a comunicação para quem publica relatórios”, comentou.

De acordo com Adelita, a implementação da Agenda 2030 é um grande desafio. “São 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, 169 metas e 231 indicadores”. A Agenda foi implementada em 2016 e envolve os temas: erradicação da pobreza, fome zero e agricultura sustentável, saúde e bem-estar, educação de qualidade, água potável e saneamento, energia limpa e acessível, trabalho decente e crescimento econômico, indústria, inovação e infraestrutura, redução das desigualdades, cidades e comunidades sustentáveis, consumo e produção responsáveis, ação contra a mudança global do clima, vida na água, vida terrestre, paz, justiça e instituições eficazes e parcerias e meios de implementação.

A coordenadora do Núcleo de Sustentabilidade, Eliana Aparecida Cansian, frisou que o objetivo foi despertar o interesse das empresas pelo assunto. “Nossa intenção é movimentar a sociedade regional e mostrar o quanto pode ser feito para termos um mundo melhor a partir de pequenas ações na comunidade onde estamos inseridos, como a participação em algum evento social, fórum, ONGs, associações sem fins lucrativos, entre outros, chegado até uma participação em campanha de agasalho, por exemplo. Como também é importante lembrar que sustentabilidade não é apenas meio ambiente. O tripé da sustentabilidade engloba as aéreas social, econômica e ambiental”, salientou.

A definição de sustentabilidade está normalmente relacionada com uma mentalidade, atitude ou estratégia que é ecologicamente correta. Porém, o conceito é ainda mais amplo: engloba a sustentabilidade econômica que é alcançada por meio de um modelo de gestão sustentável; e a sustentabilidade social, um conjunto de medidas estabelecidas para promover o equilíbrio e o bem-estar da sociedade. “Independente do seu tamanho ou segmento, todas as empresas podem desenvolver ações, seja com a promoção de qualidade de vida aos seus colaboradores e familiares, com a preservação de recursos ambientais ou com atividades de incentivo à educação”, argumentou Eliana.

NÚCLEO DE SUSTENTABILIDADE

Com o objetivo de agregar novas empresas ao Núcleo de Sustentabilidade, também foi promovida a palestra “Sustentabilidade – o que você e sua empresa precisam saber”, com Adelita Adiers. Ela destacou o papel das lideranças para a implementação da sustentabilidade nas empresas, a importância das ações cotidianas, apresentou ferramentas que facilitam o processo, entrou outros assuntos.

Uma pesquisa da AL-Invest 5.0 mostrou que a grande maioria das empresas desconhecem a sustentabilidade. De acordo com Adelita, isso acontece porque não realizam ações ou por não conhecer as conexões das atividades que já fazem e que compreendem o conceito de sustentabilidade. “Esta é uma questão estratégica para qualquer negócio. As organizações que apostam nisso ganham diferenciais competitivos frente a uma nova geração de consumidores críticos”, acrescentou.

O Núcleo de Sustentabilidade foi criado com o objetivo de difundir as práticas sustentáveis e incentivar as empresas a seguir esse caminho. Por meio do grupo, são discutidas ideias, programas e ações que as organizações podem adotar no dia a dia. Eliana destacou que o grupo possui, atualmente, 21 empresas nucleadas e enfatizou que qualquer empresa associada à ACIC pode participar, independente da área de atuação.

Veja também

Mercoagro 2016 Empresa oferece soluções na área de gestão, tecnologia e consultoria14/09/16 Entre as empresas que participam da Mercoagro 2016 (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne) até esta sexta-feira (16), no espaço do Encadeamento Produtivo, está a Diamond Business Consulting. Com atuação na área de gestão, tecnologia e consultorias, atende organizações de diversos portes e......
Na Mercoagro, SENAI realiza debates sobre desafios do setor alimentar09/09/16 Estão abertas as últimas vagas para a programação técnica e científica. Está prevista participação de palestrantes nacionais e internacionais em eventos realizados em paralelo à feira ......

Voltar para Notícias