NOTÍCIAS

Postado em 10 de Setembro de 2014 às 08h40

MERCOAGRO CARNE & LEITE - Abre maior feira de processamento de proteína animal da América Latina

“O Oeste Catarinense demonstra para o Brasil e para o mundo como se produz riquezas”, disse o governador em exercício Nelson Juliano Schaefer Martins durante a abertura, que ocorreu nesta terça-feira, em Chapecó, da mais importante feira da indústria de processamento de proteína animal da América Latina. Schaefer valorizou a força, unidade e capacidade dos empreendedores da região e enalteceu o status de Estado Livre de febre aftosa que contribui para o crescimento e desenvolvimento, não apenas do agronegócio, mas de toda a economia.

Durante a solenidade de abertura, o prefeito de Chapecó, José Caramori, lembrou que a Mercoagro nasceu dentro da feira multissetorial Efapi e destacou a estrutura oferecida para realização da feira. O presidente da ACIC, Bento Zanoni, disse que ao observar a exposição deste ano, percebe-se que os expositores acreditaram na ACIC, na BTS e em Chapecó para realizar a feira aqui. “A confiança e a parceria que dão à feira a dimensão que ela alcançou, se consolidando na América Latina”, comentou.

Com a expectativa de atrair um público da ordem de 30 mil pessoas, a 10ª edição da MercoAgro Carne & Leite reúne mais de 650 marcas do segmento. “O evento chegou a um elevado grau de maturidade, pois reúne as principais empresas brasileiras e algumas internacionais, exibindo uma quantidade bastante expressiva de marcas, ultrapassando, assim, as barreiras do município, do Estado de Santa Catarina e, quiçá, a barreira do país, atraindo a atenção de outros países”, afirmou José Danghesi, diretor da BTS Informa, organizadora da exposição.

Para a edição deste ano, um dos diferenciais da MercoAgro é a inclusão dos lançamentos e inovações da cadeia produtiva dos produtos lácteos, num movimento que atende a uma clara tendência de mercado que demandava uma maior sinergia com toda a cadeia de processamento de proteína animal. No caso do leite, foram incluídos também eventos para aprimoramento técnico dos profissionais do segmento. “A Mercoagro evolui assim como o mercado e a produção, vimos a necessidade de introduzir as proteínas do leite porque elas, hoje, fazem parte das matérias primas e ingredientes dos produtos cárneos, através das proteínas do leite em pó e do soro do leite, que antes eram importadas e agora, com o crescimento da produção de leite no Brasil, produzem-se essas proteínas aqui. Assim, temos condições de uso nos nossos processos produtivos de alimentos cárneos e em geral”, disse o coordenador geral da Mercoagro, Vincenzo Francesco Mastrogiacomo.

Entre os eventos relacionados ao segmento de leite, o destaque, além dos lançamentos e inovações tecnológicas apresentados pelos expositores, será o I Workshop do Leite, voltado para a disseminação de conhecimento técnico e científico destinado a profissionais ligados à indústria de processamento de leite. O workshop está programado para quinta-feira, dia 11, no auditório do Pavilhão Vermelho do Parque de Exposições Tancredo Neves (Efapi). O evento é organizado pelo Senai de Chapecó e a expectativa é de um público de cerca de 100 participantes.

Além do Workshop do Leite, será realizado também o X Seminário Internacional de Industrialização da Carne, programado para a quarta-feira, dia 10, das 8h30 às 19 horas, no Hotel Lang Palace de Chapecó e que também é organizado pelo Senai. O ciclo de apresentações conta com palestrantes nacionais e internacionais, e deve atrair técnicos, tecnólogos e engenheiros químicos e de alimentos, veterinários, profissionais e estudantes de áreas afins.

Outra atividade realizada junto com a MercoAgro 2014 é o Salão de Inovação. Trata-se de um espaço que envolve projetos inovadores de estudantes do Senai de Santa Catarina e de empresas parceiras na área de alimentos, integrando a programação técnica e científica do evento. O principal objetivo do Salão é estimular a pesquisa, a formação de parcerias e o desenvolvimento de novas tecnologias entre as empresas e o Senai.

Ainda em relação à difusão de conhecimento, a 10ª edição da MercoAgro, conta com uma miniusina montada dentro do pavilhão de exposição, com capacidade para processar até 500 litros por dia. O projeto, cujo objetivo é atender as necessidades de pequenos produtores e profissionais da área, foi desenvolvido pelos pesquisadores do Instituto de Laticínios Cândido Tostes, de Minas Gerais.

Veja também

ACIC no Legislativo Vereadores de Chapecó aprovam instituição de Hora Cívica na rede municipal de ensino04/04Escolas são obrigadas a executar os hinos e hastear as bandeiras do Município, Estado e País uma vez por semana Na primeira sessão de abril, nessa terça-feira (03) os vereadores de Chapecó aprovaram o projeto 239/18, de autoria do Executivo, que institui a Hora Cívica na Rede Municipal de Ensino e o Programa de Aprendizagem dos Símbolos Nacionais, Estaduais e Municipais. De acordo com a proposta do governo, uma vez por semana, em dias alternados, todas as instituições......
“A decisão é uma porta que só abre por dentro”, diz Paulo de Souza12/09Fundador do Grupo Eko'7 explanou sua trajetória no Programa Almoço Empresarial da ACIC Chapecó Vindo do interior do Rio Grande do Sul, de uma família pobre e repleto de sonhos, o presidente do Grupo Eko’7, Paulo de Souza, contrariou a lógica e desafiou o que para muitos parecia impossível: foi para a cidade, trabalhou, se......
Como estas 4 mulheres atingiram o sucesso e seus conselhos para chegar lá08/03 Olhe em volta no escritório. Quantas mulheres você vê? Quais os cargos que elas ocupam? A sua empresa tem uma presidente? As chances são que o número de mulheres diminua conforme o cargo for subindo de hierarquia na......

Voltar para Notícias