NOTÍCIAS

Postado em 14 de Setembro de 2016 às 14h37

MERCOAGRO 2016 Clínica Tecnológica fomenta melhorias no processo produtivo

Eventos (73)

Consultoria técnica com atendimento individualizado, esclarecimento de dúvidas e apresentação de novas tecnologias são objetivos da Clínica Tecnológica, uma atração da programação paralela à Mercoagro 2016, que prossegue até sexta-feira (16), no Parque de Exposição Tancredo Neves, em Chapecó.
No estande do SENAI/FIESC, no Pavilhão Vermelho, Rua 1.700, os participantes podem esclarecer dúvidas e conhecer inovações. O espaço funciona como um laboratório em que são apresentados temas de ponta, incluindo conservação de alimentos, Food Defense, alta pressão, sanidade animal e análise sensorial por meio de processos inovadores, como o nariz e a língua eletrônica.
Até sexta-feira são realizadas diariamente minipalestras sobre aplicação dos métodos de cromatografia gasosa e eletroquímica na avaliação de compostos voláteis indesejáveis em embalagens de iogurte; processos de separação por membranas aplicados no desenvolvimento de novos produtos lácteos: teoria e prática; segurança de alimentos; industrialização de carne de ovino; padronização de produtos cárneos prontos para consumo com utilização de nariz e língua eletrônica; e rotulagem e aprovação de rotulagem. Depois, há o atendimento individualizado, para auxiliar e orientar os participantes interessados com relação aos assuntos apresentados.
MINIPALESTRA
Para aproveitar ao máximo o potencial de desenvolvimento do pescado, Milto Defaveri, do Instituto Senai de Tecnologia (IST) em Alimentos e Bebidas, ministrou palestra na última terça-feira (13) sobre “Aproveitamento de resíduos de pescados”. Conforme pesquisas, o aproveitamento da tilápia é de apenas 34%, o que representa a geração de resíduos como pele, cabeça, carcaça e vísceras.
Segundo Defaveri, a pele pode ser utilizada para a produção de bolsas e calçados; da carcaça, que resulta em 68% de carne mecanicamente separada (CMS), podem ser produzidos itens embutidos e empanados e, da gordura do peixe, pode-se extrair óleo usado em cosméticos ou para enriquecer com ômega 3 produtos panificados. “O óleo de tilápia tem ácidos graxos essenciais e que não são sintetizados pelo organismo humano, tendo como única forma de obtenção o consumo”, explicou.
A veterinária Andréia Guaragni, de Chapecó (SC), ficou encantada com a inovação para utilizar o resíduo de pescado, que é pouco aproveitado, mas tem alto valor nutricional e comercial. “Temos muito a explorar neste setor na região oeste catarinense, principalmente para ampliar o consumo do pescado, que é sazonal”, complementou.
MERCOAGRO 2016
A Mercoagro 2016 (Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne) é organizada pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e prossegue até sexta-feira (16) no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó (SC). O horário de visitação é das 14 às 21 horas.
A feira conta com o apoio institucional do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), do Centro de Tecnologia de Carnes do ITAL, da Associação de Matadouros, Frigoríficos e Distribuidores de Carne do Estado de Mato Grosso do Sul (Assocarnes), Associação Gaúcha de Avicultura (ASGAV/SIPARGS), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Comerc Energia, Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet), entre outras instituições.

Veja também

Núcleo de Transportadoras de Cargas Fracionadas apresenta serviços e geram relacionamento com empresas nucleadas13/05/16 Promover interação e maior conexão entre todos os núcleos e nucleados que fazem parte da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) é o objetivo do projeto Conecta ACIC, desenvolvido pelo Conselho de Núcleos da Entidade. No mês de abril, o Comitê Aberto das Transportadoras de Cargas Fracionadas desenvolveu mais uma......
Sustentabilidade: pequenas ações que fazem a diferença19/06Prêmio ACIC/Unochapecó de Sustentabilidade reconhece iniciativas sustentáveis de empresas chapecoenses Usar matérias-primas com menor impacto ambiental, recolher material reciclável e encaminhar para destinação correta e fazer compostagem. Essas são algumas ações que podem ser realizadas por pessoas e empresas......

Voltar para Notícias