Aba 1

    NOTÍCIAS

    Postado em 23 de Julho de 2015 às 17h26

    Estímulo à exportação foi abordado no Programa Almoço Empresarial da ACIC

    Palestra foi ministrada pelo diretor da Gelnex, Milvo Zancanaro

    Um entusiasta da exportação para o agronegócio do oeste catarinense. Assim pode ser chamado o diretor presidente da Gelnex Indústria e Comércio, Milvo Zancanaro, que participou do Programa Almoço Empresarial, promovido pela ACIC, nessa quinta-feira, 23. O evento foi prestigiado pelo presidente da Facisc, Ernesto João Reck, pela prefeita de Itá, Leide Mara Bender, pelo secretário de desenvolvimento econômico de Chapecó, Diógenes Lang, empresários e convidados.
    Zancanaro é administrador de empresas, pós-graduado em Direito Tributário e em Produtividade e Qualidade Total. Sócio da Itaberry Frutas Finas (controladora da All Berry Corporation – Ford Lauderdale, da Flórida (EUA). O empresário é vice-presidente de relações internacionais da Facisc, diretor de Indústria da Associação Comercial e Industrial de Itá (ACITA) e membro do Núcleo de Comércio Exterior e Logística Internacional da ACIC de Chapecó e da ACIC de Concórdia. É membro da Coalização Empresarial Brasileira (CEB) da CNI que trata dos acordos comerciais com outros países.
    O empresário compartilhou experiências da trajetória profissional, especialmente, relacionadas ao comércio exterior. Disse que o sucesso nas exportações é fruto, em boa parte, do envolvimento nas entidades de classe que estimulam o comércio internacional, com por exemplo, a Facisc, Fiesc, Fieg, Fieto, Ceb, entre outras.
    Com uma taxa de crescimento anual de 20%, a Gelnex integra o grupo dos maiores fabricantes mundiais de gelatina. A matéria-prima é de origem suína e bovina, que são transformadas em gelatinas alimentícias, farmacêuticas e colágeno hidrolisado. Está presente em mais de 50 países e conta com um grupo de 610 colaboradores. A Gelnex é a controladora da marca Da Magrinha.
    Sobre as questões de sustentabilidade da empresa, Zancanaro disse que a Gelnex atua com foco na redução da emissão de gases, do efeito estufa, com gerenciamento de resíduos, campanhas de conscientização, otimização de equipamentos e sistemas produtivos, reaproveitamento de água e com fontes de energia renováveis.
    Por fim, disse que todas as empresas têm potencial para importação e exportação. “É necessário que o empresário busque informações, esteja envolvido com as entidades e se empenhe para atender as exigências do mercado. O segredo está nos relacionamentos”, afirmou.
    Durante o almoço, o presidente da ACIC, Bento Zanoni, manifestou-se citando questões importantes como a duplicação da BRB 282, o retorno do ICMS, entre outras iniciativas governamentais que devem receber atenção para manter as empresas do grande oeste catarinense, e de todo o Estado, competitivas no mercado, tanto nacional quanto internacional. “A ACIC mantém uma agenda permanente de discussão sobre essas pautas e atua na defesa da classe empresarial”, enfatizou.
    O Programa Almoço Empresarial da ACIC conta com apoio do BRDE. Em 54 anos de atuação, o BRDE contratou R$ 25 bilhões em financiamentos em Santa Catarina.

    Veja também

    Almoço Empresarial da ACIC recebe Distribuidora Nilo Tozzo em Setembro03/09/13 A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), promove no dia 11 de setembro, na cantina do Cesec em Chapecó mais uma edição do Almoço Empresarial. No evento, que conta com apoio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), será apresentado o case da empresa Nilo Tozzo. Com início das atividades em 1997, a Distribuidora Nilo......
    ACIC oferece curso de Coaching In Company24/04/14 Além dos cursos regularmente oferecidos pela ACIC, as empresas associadas têm a possibilidade de buscar junto à entidade a oferta de cursos In Company que se adaptem às necessidades e anseios do associado. Nesse formato, os cursos......

    Voltar para Notícias