NOTÍCIAS

Postado em 18 de Outubro de 2013 às 16h35

Em sintonia com a sustentabilidade

As Associações Comerciais e Industriais de Chapecó (ACIC) e de Joaçaba (ACIOC), a Celulose Irani S/A e a Unoesc realizarão dia 4 de novembro próximo, no CESEC, o 2o Fórum de Sustentabilidade, no qual haverá lançamento estadual da G4, a nova geração de diretrizes do sistema GRI (Global Reporting Initiative) para publicação de relatórios de sustentabilidade. O evento será desenvolvido no período vespertino, reunirá cerca de 120 dirigentes empresariais e analistas da área, com apoio da Nord Electric, FACISC, FIESC e GRI.

A programação iniciará às 13h30 com apresentação da metodologia GRI pela diretora do Ponto Focal GRI no Brasil, Gláucia Térreo.

Às 15h20 haverá intervalo e em seguida iniciará painel empresarial com Bruno Luiz Martins (analista de sustentabilidade da Dudalina), Schirlei Osmarini (gerente de marketing da Tirol), Bruna Camassari da Silva (analista de sustentabilidade da Celulose Irani) e Nelson Akimoto (diretor presidente da Nord Electric).

Essas empresas relatarão os benefícios auferidos com a prática habitual e institucional de relatar os resultados, avanços e desafios relacionados com a sustentabilidade, mediante a utilização da metodologia GRI.

Para o setor empresarial, o conceito de sustentabilidade representa uma abordagem para se fazer negócios com inclusão social, respeito à diversidade cultural e aos interesses de todos os envolvidos, a otimização do uso de recursos naturais e a redução do impacto sobre o meio ambiente. Mas não se trata de definir e perseguir apenas metas sociais e ambientais, pois, também é legitima a busca pelo lucro, o retorno aos acionistas, a prosperidade financeira. Na prática, sustentabilidade está ligada ao conceito do triple bottom line, onde deve haver o equilíbrio entre as dimensões social, ambiental e econômica.

O princípio da sustentabilidade defende que a satisfação das necessidades das gerações atuais não deve comprometer a das gerações vindouras. Por outras palavras, a utilização dos recursos naturais atualmente disponíveis, não deve ser mais rápida que a capacidade da própria natureza em os repor. Este princípio relaciona-se com o conceito de desenvolvimento sustentável.

O desenvolvimento sustentável é aquele que permite alcançar as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de alcançarem as suas próprias necessidades. O modelo de desenvolvimento sustentável é, assim, aquele que internaliza os custos ambientais e sociais na economia e que substitui a primazia da economia pelo equilíbrio das dimensões ambiental, social e econômica.

Sustentabilidade é um compromisso empresarial que torna-se prioridade do planejamento estratégico. Por isso, as empresas comprometidas com a sustentabilidade devem adotar a prática da transparência, não como ferramenta de marketing ou de relações públicas, mas, como estratégia de comunicação com a sociedade. Assim, essas organizações humanas (as empresas) demonstram que, também, são agentes de mudança, que operam com transparência e responsabilidade.

Quando implementado de forma autêntica, este compromisso trará resultados positivos para a sociedade (atenuação ou solução de mazelas) e para a empresa (valorização da imagem institucional e da marca, maior lealdade do consumidor, maior capacidade de recrutar e manter talentos, flexibilidade e capacidade de adaptação e longevidade).



Para mais Informações sobre o Fórum de Sustentabilidade: (49) 3323-4100 ou eventos@acichapeco.com.br e (49) 3521-1333 ou executiva@acioc.com.br

Veja também

Núcleo de Academias da ACIC07/07/17 Manutenção de equipamentos retém alunos e diminui custos Prevenir acidentes e economizar recursos são os benefícios da correta manutenção de equipamentos nas academias. “Uma academia mal cuidada perde a credibilidade e, consequentemente, alunos. Por isso, é importante que os professores saibam identificar as condições dos equipamentos e......
“Pensem no coletivo”, pede novo presidente da Acic“14/03/14 Não nos tragam questões particulares, nem problemas individuais. Apontem-nos situações coletivas para a solução ou encaminhamento em favor das quais poderemos colocar em marcha a força institucional da ACIC.......

Voltar para Notícias