NOTÍCIAS

Postado em 16 de Outubro de 2015 às 17h33

Eficiência na gestão pública é tema do Almoço Empresarial da ACIC

A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) realizou nesta sexta-feira, 16, mais uma edição do Programa Almoço Empresarial. O palestrante foi o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Gelson Merísio, que substituiu o secretário de Estado da Fazenda, Antônio Marcos Gavazzoni.
O secretário ficou toda a manhã dessa sexta-feira no aeroporto de Florianópolis, aguardando liberação para voo. Embora o aeroporto de Chapecó estivesse aberto, em Florianópolis as condições climáticas impediram a decolagem, e consequentemente, a sua participação no Almoço Empresarial.
Em contato com a diretoria da ACIC, Gavazzoni sugeriu que Merísio, expusesse o tema “A eficiência gerencial na gestão pública: o case de sucesso do Governo do Estado”.
Merísio observou que, atualmente, além das crises ética e econômica, o Brasil enfrenta uma crise de expectativa gerada pela incerteza com o cenário político nacional. Ele acredita que as definições devem se concretizar já nos próximos dois meses, se fica como está ou se haverá mudanças, já que 2016 é um ano eleitoral e terá um foco diferente. Ressaltou que apesar dos problemas na economia, o consumo da população continua intenso e, por isso, essa crise tem data para terminar. “Os especialistas apontam mais dois ou três anos para sair desta situação”, disse.
O presidente da Assembleia destacou a necessidade de enxugar a máquina pública e otimizar os recursos do Estado. Comparou o atual salário dos servidores do Estado com os trabalhadores do setor privado. “Antigamente, o setor privado oferecia melhores salário do que o Estado e, hoje, isso inverteu”, comentou.
Disse que não se pode mais esperar para rever o sistema de previdência pública. Informou que o Estado de Santa Catarina gasta o mesmo valor, 2 bilhões, tanto para atender 60 mil pessoas, com previdência, quanto para atender 6 milhões de pessoas (população catarinense) com serviços de saúde. “A margem de gestão é pequena, independente de quem for o gestor. Por isso, será necessário o apoio popular para que as mudanças efetivamente aconteçam. Não podemos mais tangenciar os problemas e romancear uma relação com a sociedade”, asseverou.
O presidente da ACIC, Bento Zanoni, ressaltou que aqueles, que tradicionalmente prestigiam os almoços empresariais da ACIC, sabem que a alteração na programação é uma exceção e esta foi gerada por motivos alheios ao controle da entidade. Agradeceu a participação de todos e a disponibilidade do presidente do Legislativo Catarinense. 

  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -

Veja também

Núcleo de Academias da ACIC promove curso sobre situações de emergência26/11/19 As academias são cada vez mais procuradas por objetivos diversos como estética, saúde ou ambos. Para atrair e manter seus clientes, essas empresas precisam oferecer a melhor infraestrutura e atendimento possível. Entretanto, nesse ambiente os clientes e os profissionais que trabalham estão sujeitos a acidentes e eventuais problemas com a saúde. Em função disso,......
6º Boi no Rolete será em setembro09/08/13 Os principais interessados, crianças e adolescentes, estavam lá com olhos e ouvidos atentos a cada palavra dita durante o lançamento do 6º Boi no Rolete. Em cada manifestação, crescia neles e nos apoiadores do Programa......

Voltar para Notícias