Aba 1

    NOTÍCIAS

    Postado em 27 de Janeiro às 08h28

    Debate aborda inovação e internacionalização em Santa Catarina

    ACIC CHAPECÓ Encontro reuniu Governo do Estado, Fapesc, Universidades, Pollen, Câmara Brasil Portugal e ACIC (Foto: Comunicação Unochapecó). O encontro realizado no Pollen Parque reuniu representantes do Governo do...

    Encontro reuniu Governo do Estado, Fapesc, Universidades, Pollen, Câmara Brasil Portugal e ACIC (Foto: Comunicação Unochapecó).

    O encontro realizado no Pollen Parque reuniu representantes do Governo do Estado, Acic e da Câmara Brasil-Portugal

    A inovação tem a capacidade de agregar valor aos processos e produtos de uma empresa, fazendo com que ela se diferencie das demais e assim conquiste o mercado. Mas quando ela vem aliada a um processo de internacionalização, novos conhecimentos são agregados, suas vantagens competitivas aumentam e oportunidades são criadas.

    Foi justamente com esse olhar integrador e ciente do potencial das empresas de Santa Catarina, que aconteceu na última terça-feira (25/01) no Pollen Parque Científico e Tecnológico de Chapecó, um encontro com representantes do Governo do Estado, Fapesc, Prefeitura de Chapecó, Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), Unochapecó, Unoesc e empresários, para compartilhamento de projetos que ligados à área de inovação e internacionalização e também a apresentação de ações realizadas pela Câmara Brasil-Portugal de Santa Catarina com intuito de conectar os empreendedores catarinenses a outros países.

    Uma das oportunidades para estabelecer essas novas conexões e negócios internacionais foi apresentada pela Câmara Brasil-Portugal de Santa Catarina, que irá realizar pela primeira vez no Estado a FIN - Feira Internacional de Negócios Brasil, no mês de maio em Florianópolis. "Este evento já acontece há seis anos em Portugal e na China, e agora o nosso objetivo é aproximar os empresários de Santa Catarina, principalmente os pequenos e médios empreendedores, a outras empresas de 18 países, entidades públicas e privadas, para que sejam feitas novas conexões, negócios, que eles possam vender, importar e exportar os diversos produtos e serviços que temos disponíveis aqui no estado e podem ser levados para todo mundo", explica o presidente da Câmara de Comércio Brasil-Portugal em Santa Catarina, Jatyr Ranzolin Júnior.

    Na segunda etapa do encontro, os representantes da Secretaria de Assuntos Internacionais do Governo do Estado e da Fapesc - Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina, se reuniram com startups e empresas de tecnologia residentes do Pollen Parque e também com o Presidente da ACIC para debater projetos e oportunidades que possam apoiar o empreendedorismo, pesquisa, inovação, internacionalização das empresas da região oeste.

    Para o presidente da ACIC, Lenoir Broch, essa aproximação entre o setor público e privado, debatendo propostas de internacionalização, são extremamente importantes para o nosso setor produtivo. "Essa relação tem que funcionar, necessariamente, como uma ponte para facilitar a interlocução entre possíveis interessados na exportação, com o trabalho que já está sendo desenvolvido pela Fapesc, através do Governo do Estado. Hoje nós temos na região oeste mais de 130 projetos sendo financiados pela Fundação, um recurso que está sendo disponibilizado, sem necessidade de devolução. Uma grande oportunidade para as nossas empresas e que a gente vai buscar para lançar esse capital inicial para desenvolver novos projetos e ideais e também a comercialização disso depois", ressalta Lenoir.

    Para o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, a Fundação como executora da política estadual de ciência, tecnologia e inovação, vem acompanhando os movimentos internacionais e as potencialidades da internacionalização e empreendedorismo. O grande propósito é fazer com que o empreendedor e o pesquisador catarinense possam olhar para o mercado internacional e desenvolver projetos e ideias inovadoras. "Talvez o nosso grande legado seja mostrar para eles as oportunidades que existem além do mercado regional e nacional. A partir do momento que a gente conseguir com que o nosso empreendedor, no ato de empreender, quando criar um produto, ele pense no mercado global e planeje a escalabilidade para todo mundo, a gente com certeza vai ter um grande ganho para Santa Catarina", explica Fábio.

    Segundo o Secretário de Assuntos Internacionais do Governo de Santa Catarina, Fernando Raupp, a visita que ocorre até o fim da semana em outras cidades da região, é importante para ouvir e conhecer o que o empreendedor está fazendo e assim entender o que e para onde podemos levar o que é produzido aqui no oeste.


    Texto: Assessoria de Imprensa da Unochapecó

    Veja também

    BRDE: CRÉDITO EMERGENCIAL PROTEGEU MAIS DE 10 MIL EMPREGOS15/10/20 Quase mil negócios protegidos e mais de 10 mil empregos preservados. Esse é o balanço prévio do programa Recupera Sul, apresentado esta semana pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). O programa iniciado em abril disponibilizou R$ 100 milhões para?crédito emergencial, com condições diferenciadas aos empresários catarinenses para......
    ACIC no Legislativo Vereadores de Chapecó debatem melhorias no bairro Trevo08/04/19Requerimentos que solicitavam obras em Unidade de Saúde e CEIM foram rejeitados em plenário Na sessão da Câmara de Vereadores de Chapecó de sexta-feira (5), dois requerimentos do vereador Cleiton Fossá (MDB) dominaram os debates em plenário. Eles solicitavam ao prefeito informações sobre a......
    ACIC na Câmara Tarde de homenagens no Legislativo de Chapecó22/08/19Vereadores entregaram moções de parabenização e reconhecimento ao Colégio Exponencial e ao delegado Wagner Meirelles A sessão da Câmara de Vereadores de Chapecó dessa quarta-feira (21) foi marcada por homenagens. Foram entregues três moções durante a tarde: duas de parabenização e uma de reconhecimento. O delegado......

    Voltar para Notícias