NOTÍCIAS

Postado em 20 de Maio de 2016 às 17h37

Cobrança e negociação são temas de treinamento realizado pela ACIC

Cobrar dívidas por telefone e negociar com inadimplentes não é uma tarefa simples. Pensando em qualificar os profissionais que atuam nos setores financeiro, comercial e administrativo, a Associação Comercial e Industrial (ACIC) oportunizou um treinamento, nessa semana, sobre cobrança.
O curso, ministrado pelo especialista em cálculos financeiros, matemático, consultor e professor, Antonio Carlos Bellio, teve o objetivo de transmitir os fundamentos do setor de crédito de uma empresa com as funções específicas do cadastro e do crédito abordando detalhadamente as funções e técnicas para a cobrança por telefone e para a negociação com inadimplentes.
Bellio tratou o tema de uma maneira prática e objetiva com uma linguagem acessível utilizando situações práticas dos participantes. No treinamento, foram abordados os assuntos: crédito (o que é; cenário atual brasileiro; funções e fluxogramas do cadastro; concessão, técnica e limite do crédito; riscos e incertezas); cobrança por telefone (o que é; fluxograma e funções da cobrança; cobrança por telefone; cálculo de inadimplência X metas; políticas para o setor); negociação com inadimplentes (método de Pareto; detalhamento das técnicas para negociação com inadimplentes; dação em pagamento; novação de dívida; depósito em conta corrente; cheques; Código de Defesa do Consumidor e a cobrança; políticas para o setor; cálculos para o setor de cadastro; crédito e cobrança).
A auxiliar financeiro da Munique Comércio e Representações LTDA, Neolania Schervinski de Souza, se inscreveu no curso com o objetivo de aprender novas técnicas de cobrança. “Minha intenção era adquirir mais técnicas de abordagem: como faço para cobrar e para receber do cliente em determinadas situações”, explicou. De acordo com a profissional, “o professor é ótimo e ajudou a tirar muitas dúvidas de como lidar em algumas situações mais delicadas e maneiras de resolver os problemas. As dicas foram tão importantes que já comecei a colocar em prática”.

Veja também

Entrevista: NELSON EIJI AKIMOTO21/06/16 A ACIC deve estimular a prática da responsabilidade social empresarial, porém, “A empresa não pode substituir o Estado” Nas últimas décadas as empresas passaram a se preocupar não apenas com a produtividade, mas também com a questão socioambiental. Termos como sustentabilidade e responsabilidade social no setor empresarial são muito......
Santa Catarina segue com saldo positivo nas exportações de carnes11/03 O balanço das exportações catarinenses de carne suína e de frango segue com resultados positivos em fevereiro. O Estado faturou mais de US$ 206,6 milhões com o embarque de 86,1 mil toneladas de carne de frango e de 27,9 mil......

Voltar para Notícias