NOTÍCIAS

Postado em 26 de Fevereiro às 08h06

BRDE amplia financiamentos a infraestrutura com recursos do FGTS

  • ACIC CHAPECÓ -

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE comemora o crescimento de sua carteira de financiamento a projetos de infraestrutura com recursos do FGTS. As contratações com recursos do Fundo passaram de pouco mais de R$ 12 milhões em 2017 para R$ 235 milhões em 2018, um incremento de 1.858%.

Os números refletem os esforços na diversificação de fontes de recursos pelo BRDE, de forma a atender as necessidades da Região Sul. Em 2017, 93% das contratações de financiamento do BRDE tinham como fonte de recursos o BNDES. Em 2018, esse montante foi reduzido para 72%.

O BRDE também segue como principal repassador no país de recursos da linha Finep Inovacred. As contratações de financiamento mais do que dobraram de 2017 para 2018, atingindo R$ 132,4 milhões no ano passado. Desde a criação da linha Inovacred, o BRDE já repassou mais de R$257 milhões em recursos da Finep, bem acima do segundo colocado, com R$ 141 milhões, mesmo atuando somente na Região Sul. Em 2018, 6% das contratações do BRDE se deram com recursos dessa linha, contra 2% no ano anterior.

Também foram relevantes as contratações pelo Fungetur – Fundo do Ministério do Turismo criado para fomentar a atividade. O BRDE contratou R$ 35 milhões em projetos financiados com recursos do Fungetur nos últimos meses de 2018. Ao todo, o BRDE poderá emprestar até R$ 100 milhões, atendendo a uma demanda do segmento que estava represada. O BRDE tem em carteira pedidos que somam mais de R$ 84 milhões.

O Banco destaca ainda o início de sua operação com fontes de recursos internacionais, com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e com o Banco Europeu de Investimento. O BRDE captou 50 milhões de euros com a AFD e já contratou R$ 50,6 milhões em financiamentos com esses recursos externos. Os recursos captados com o BEI passam a ser oferecidos em 2019 e a expectativa é que tenham uma boa receptividade no mercado.

Veja também

Pequenas empresas garantem saldo positivo de empregos, mostra Sebrae01/07 O saldo positivo na geração de empregos em maio só foi possível por causa do desempenho das micro e pequenas empresas. O setor foi responsável, no mês passado, pela criação de 38 mil postos formais de trabalho (com carteira assinada) no país, enquanto as médias e grandes corporações registraram saldo negativo, demitindo 7,2......
ACIC recebe comitiva italiana14/10/16 A diretoria da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) recebeu, nesta quinta-feira (13), a visita de uma comitiva italiana da província de Trento, na Itália. Integraram o grupo o presidente da Optoi......

Voltar para Notícias