NOTÍCIAS

Postado em 01 de Julho às 13h22

ACIC no Legislativo Vereadores rejeitam projeto que reduz número de cadeiras na Câmara

Representatividade e Ações (55)
  • ACIC CHAPECÓ -

Após anunciar medidas de redução de custos na Casa, projeto foi reprovado em primeira votação

Após quatro pedidos de vistas, os vereadores colocaram em pauta e votaram na sexta-feira (28) o projeto de autoria do vereador Neuri Mantelli (sem partido) que sugere a redução das vagas do número de cadeiras na Câmara de 21 para 17.

Após anunciarem em coletiva de imprensa realizada antes da sessão um pacote de medidas para reduzir custos na Casa, a maioria dos vereadores rejeitou a proposta, que ainda vai passar por segunda votação. Os únicos votos favoráveis foram dos vereadores Aderbal Pedroso (PSD), Astrit Tozzo (PSD), João Rosa (PSB), Celio Portela (PSD), Valmor Junior Scolari (PSD) e o autor da proposta.

Os vereadores contrários ao projeto destacaram que a redução irá causar perda de representatividade para a sociedade chapecoense. “Com todo o respeito ao vereador Mantelli e às entidades sociais que vêm há tempo fazendo o pedido, mas sou contra a redução. Acompanhei o que era a Câmara com 12 e com 16 vereadores e hoje nós temos um verdadeiro debate. Quem vai ficar desamparado aqui vão ser as associações de moradores, ONGs e entidades, caso o projeto passe”, declarou Cleber Ceccon (PT).

Para Mantelli, os projetos anunciados não irão resultar em mudanças efetivas. “Se nós aprovarmos esses projetos, vamos baixar os valores, mas não vai mudar nada. As diárias e a sede nova vão dar alguma economia, mas com a redução para 17 vereadores, em quatro anos nós economizaríamos somente em aluguel R$ 316.800,00, seria uma economia de R$ 3,686 milhões ao ano. “Não vamos perder a representatividade, é só trabalhar um pouco mais”, argumentou.

O líder da bancada, João Rosa (PSB), afirmou que a nova proposição dos vereadores substitui a necessidade de reduzir as vagas. “Precisou o povo se manifestar na rua para a gente perceber que essa Casa precisava economizar. Esse projeto não passa e por isso foi apresentado um projeto alternativo. Luto pela redução de gastos, não importa se vai reduzir vereadores ou não”, comentou.

Já o vereador Itamar Agnoletto (PSDB) destacou que o aumento do número de representantes na Câmara traz também aumento de resultados. “Em 2010, éramos em 12 vereadores e propusemos 552 indicações, no ano passado, com 21, foram 1.350 indicações aprovadas”, defendeu.

O projeto seguirá para segunda votação após o recesso do mês de julho.

PROPOSIÇÕES

As moções de apelo 130 e 131, de autoria do vereador Derli Maier (PMDB), foram aprovadas durante a sessão e solicitam à Guarda Municipal e de policiamento mais frequência na Praça Municipal Passo dos Fortes, e a representantes da Celesc para que seja realizado estudo de projeto para ampliação e melhorias de rede na área rural na linha Alto da Serra, no interior de Chapecó.

Aprovada também moção de apelo da vereadora Marcilei Vignatti (PT), a ser enviada ao deputado Rogério Peninha Mendonça, coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, para que atendam as demandas em áreas estruturantes de Chapecó e região.

Um requerimento da vereadora Astrit Tozzo convidando o presidente da Cruz Vermelha de Chapecó, Divino Longo, para participar de Sessão Ordinária e falar sobre o trabalho social da entidade também foi aprovado pelos vereadores, além de outras 10 indicações.

Treze projetos foram aprovados em segunda votação. O projeto 29, que trata da redução da meta de atendimento da educação infantil disposta no Plano Municipal de Educação, também foi aprovado em segunda votação, com votos contrários de Neuri Mantelli, Marcilei Vignatti, Cleber Ceccon, Cleiton Fossá e Jatir Balbinot.

ACIC E OBSERVATÓRIO NA CÂMARA

Desde o início deste ano, Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e o Observatório Social acompanham as sessões da Câmara de Vereadores. A iniciativa convida voluntários e toda a sociedade a participar para conhecer melhor e fiscalizar a atuação do Legislativo.

Veja também

ACIC na Câmara Vereadores divergem sobre liberação de financiamentos para o Executivo28/08Oposição e procuradoria da Casa destacaram inconstitucionalidade, mas Legislativo aprovou projetos em primeira votação Com debate intenso entre vereadores da oposição e da base do governo, o Legislativo chapecoense realizou nessa terça-feira (27) a primeira de duas sessões extraordinárias que têm como objetivo discutir e votar três projetos de lei. Os projetos em discussão autorizam o Poder Executivo Municipal a realizar três operações de crédito.......
Câmara de Vereadores de Chapecó anuncia corte de custos em resposta à pedidos da sociedade01/07A partir de 2020, redução nos gastos chegará a R$ 1,4 milhão por ano Os vereadores chapecoenses anunciaram um pacote de medidas para o corte de gastos no Legislativo em coletiva de imprensa na tarde de sexta-feira (28). Com a presença de todos os vereadores, o presidente da Casa, Ildo Antonini (DEM) apresentou à......
ACIC no Legislativo Por pedidos de vista, sessão fica sem projetos em pauta07/08Sem Ordem do Dia, sessão dessa terça-feira (6) teve duração de menos de uma hora. Os vereadores também utilizaram a palavra livre para criticar vídeo gravado pe A sessão Ordinária dessa terça-feira (6) não teve Ordem do Dia, já que o vereador Claudiomiro da Silva (PT) solicitou pedido de vista de todos os projetos por até três dias na primeira sessão do......

Voltar para Notícias