NOTÍCIAS

Postado em 23 de Janeiro às 08h10

Acic discute as prioridades do oeste com a vice-governadora

  • ACIC CHAPECÓ -

As prioridades do oeste catarinense foram discutidas em audiência, a convite da vice-governadora do Estado, Daniela Cristina Reinehr, com o presidente da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), empresário Cidnei Luiz Barozzi, na semana passada.

A maioria das reivindicações situa-se na área da infraestrutura. O dirigente solicitou agilidade das obras do Contorno Viário Leste de Chapecó para interligar a rodovia estadual SC-480 (Chapecó/Goio-En) com a rodovia federal BR-282 (Cordilheira Alta). O contorno já tem projeto técnico.

Barozzi demonstrou que a principal via de saída do grande oeste catarinense, a rodovia BR-282, precisa urgentemente de melhorias e duplicação.

O Aeroporto Municipal de Chapecó necessita da elaboração de plano-piloto de investimentos, que compreenda a construção de um terminal de passageiros compatível com o movimento. Barozzi reforça que o atual governo anunciou que a prioridade de investimentos seria o aeroporto de Florianópolis. “A situação do nosso aeroporto precisa de pressão política junto à Secretaria de Aviação Civil (SAC) para autorizar o projeto técnico apresentado pela prefeitura de Chapecó junto ao departamento. O projeto contempla a ampliação do atual terminal de passageiros que precisa ser autorizado por meio de edital de licitação o mais breve possível”, enfatiza.

A obra vai dobrar a capacidade do atual terminal, de 1.180 metros quadrados para 3.850 metros quadrados. O investimento previsto é de R$ 10.627.772,64, sendo R$ 8,5 milhões liberados pelo governo federal, mais R$ 2.127.772,64 de contrapartida do Estado. O aeroporto é subdelegado do Estado para o município de Chapecó, que também vai investir R$ 500 mil na ampliação do prédio da Seção de Combate a Incêndio.

Também esteve na pauta a construção do Acesso Oeste de Chapecó, para ligação asfáltica entre a SC-283 (Linha Cascavel/Guatambu) e a BR-282 (Colônia Bacia), com a finalidade de absorver parte do tráfego das rodovias estaduais e federais que conduzem à cidade e facilitar o abastecimento de insumos para indústrias. “Os investimentos anunciados pelas agroindústrias estabelecidas nesta região ultrapassam R$ 400 milhões, aumentando significativamente a circulação de caminhões. Se o acesso não for liberado, teremos um caos em nosso trânsito”, observa Barozzi.

O presidente da Acic pediu o aumento de recursos para o Hospital Regional do Oeste (HRO), pois tem uma ala nova a ser inaugurada e é necessário aumentar os repasses para viabilizar os custos de manutenção. O dirigente pediu também a instalação de uma Escola Militar em Chapecó.

A vice-governadora Daniela Reinehr comprometeu-se a dar os devidos encaminhamentos nas diversas instâncias do governo. O presidente Cidnei Barozzi avaliou como produtivo e promissor o encontro e renovou a confiança na capacidade de trabalho da nova administração pública estadual.

Veja também

Agronegócio se consolida como alavanca para retomada do crescimento econômico brasileiro01/09/16 A agricultura e o agronegócio constituem um dos setores mais dinâmicos da economia brasileira, cujos superávits na balança comercial dão, há mais de 20 anos, estabilidade ao País. São sucessivos superávits de 100 bilhões de dólares ao ano que salvam a balança comercial. Em 2015, enquanto o Produto Interno Bruto (PIB) encolheu -3,8%......
Investimentos viabilizados pelo BRDE somam R$ 2,7 bilhões em 201822/04 O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE encerrou 2018 com contratações de financiamentos de R$ 2,36 bilhões, em 4.320 novas operações. Foi um crescimento de 7,4% em relação ao ano......

Voltar para Notícias