Aba 1

    NOTÍCIAS

    Postado em 04 de Fevereiro às 17h33

    ACIC defende que empresas e setor público trabalhem durante o carnaval

    Manter todas as atividades econômicas em pleno funcionamento no período do carnaval é a proposta que a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) defende.

    Em razão das medidas de combate à pandemia do novo coronavírus, as festas carnavalescas deste ano estão suspensas em todo o país.

    Em tempos de normalidade sanitária, todo o setor público e grande parte do setor produtivo paralisavam as atividades na terça-feira de carnaval e na manhã da quarta-feira de cinzas.

    Mas isso era apenas tradição, pois no calendário oficial, esses são dias normais de trabalho, embora a população acreditasse que se tratavam de feriados. As Prefeituras e o setor público em geral decretavam ponto facultativo para justificar juridicamente a folga dos servidores públicos.

    "Nesse ano será diferente", proclamou o Presidente da ACIC Nelson Eiji Akimoto: "Os setores público e privado trabalharão normalmente no período do carnaval".

    O dirigente elogiou a iniciativa do Prefeito João Rodrigues, que visa acabar com o ponto facultativo no carnaval em benefício do cidadão e do contribuinte chapecoense.

    Akimoto destacou a decisão tomada no âmbito da Administração Pública nas esferas municipal, estadual e federal em manter todas as atividades e todos os serviços públicos em pleno funcionamento. O presidente da ACIC lembrou que todas as empresas e todos os segmentos da economia amargaram grandes perdas em 2020 em face dos prejuízos causados pela pandemia.

    "Por isso, 2021 deve ser o ano da recuperação e da retomada do crescimento, não se admitindo o desperdício de dias úteis por conta de tradições superadas pela nova realidade", expôs, ao acrescentar que as empresas têm a liberdade de realizar negociações com seus colaboradores. "Cada empresa vive uma realidade no que diz respeito às compensações, banco de horas e outros aspectos. É importante que cada uma avalie o melhor para o seu negócio", concluiu.

    Veja também

    Se não for agora, será quando?11/08/20 Neste ano, os brasileiros já pagaram aproximadamente R$ 1,2 trilhão em tributos, compreendendo impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e correção monetária. Foram 151 dias trabalhados apenas para isso, de acordo com o Impostômetro. Não é novidade que o sistema tributário do País é dos mais complexos do......
    CORONA-CRISE, VACINE SUA EMPRESA!!!02/06/20Como os métodos de gestão de crise podem ajudá-lo a virar esse jogo! Igor Reis, empreendedor e criador do Método (In)Sucesso de Gestão de Crises. Administrador com MBA em Marketing e Planejamento Estratégico, especialista em Gestão de Crise e Turnaround - igor.reis@insucesso.com   Todos......

    Voltar para Notícias