Aba 1

    NOTÍCIAS

    Postado em 12 de Dezembro de 2019 às 16h03

    ACIC apoia movimento pela urgente recuperação da BR-163

    Informações e Negócios (22)Representatividade e Ações (74)
    • ACIC CHAPECÓ -

    A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) manifestou total apoio ao movimento encabeçado por entidades empresariais do extremo-oeste catarinense – especialmente os Clubes de Serviço e a Associação Empresarial de São Miguel do Oeste – que reivindicam a imediata recuperação da BR-163.

    Essa rodovia federal interliga os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná às demais regiões brasileiras e cumpre importante papel de integração na zona transfronteiriça com Argentina.

    O presidente da ACIC Cidnei Luiz Barozzi declarou ser inaceitável o nível de abandono da rodovia pelo Governo Federal, especialmente porque por ali passam diariamente milhões de dólares em produtos e mercadorias exportáveis ou destinadas ao mercado interno que rendem divisas para o País e receita tributária para os cofres públicos.

    O pavimento asfáltico em grandes extensões foi destruído pelo uso contínuo sem manutenção reparativa ou com obras de baixíssima qualidade e curta durabilidade. Crateras estão disseminadas em todos os trechos, o asfalto esboroa-se, o acostamento foi engolido pela erosão. A sinalização horizontal foi apagada pelo tempo e, a vertical, tragada pela mata.

    Barozzi assinalou que as atuais condições da BR-163 provocam acidentes diários com perda de dezenas de vidas que enlutam muitas famílias e, ainda, astronômicos prejuízos econômicos para empresas e para o País.

    “O pavimento asfáltico foi destroçado, as crateras tomam conta da pista de rolamento, a sinalização desapareceu e a via tornou-se um gargalo logístico para a economia regional”, enfatizou.

    Considerada a principal via de acesso de escoamento da produção do extremo-oeste catarinense na conexão com as demais artérias do sistema rodoviário, a BR-163 ostenta infraestrutura incapaz de comportar o número de veículos que trafega diariamente pelo trecho.

    O presidente da ACIC lembrou que em situação “dramaticamente semelhante” encontra-se a BR-282, espinha dorsal do sistema rodoviário barriga-verde, que necessita urgentemente de recuperação e de terceira pista para suportar o imenso fluxo de veículos.

    Manifestações de apoio à revitalização da BR-163/SC podem ser registradas no link: http://chng.it/X5z86zS2.

     

    Veja também

    Exposição fotográfica promove reflexão sobre a imigração de haitianos30/01/20"A Casa é um mar cheio de portos" traz um olhar sensível sobre profissões e permanece na ACIC durante o mês de fevereiro com entrada gratuita Mais de 4 mil imigrantes haitianos vivem em Chapecó. Eles vieram em busca de melhores condições de vida e, muitos, deixaram suas profissões de lado para trabalhar em outros setores ou buscar uma nova formação no Brasil. Para retratar esse aspecto, a fotojornalista Sirli Freitas fez um ensaio fotográfico documental que está exposto na Associação......

    Voltar para Notícias