NOTÍCIAS

Postado em 24 de Outubro de 2013 às 16h28

Poder público, academia e iniciativa privada: a tríplice hélice para o desenvolvimento econômico sustentável

A Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec) a Deatec, em parceria com o Sebrae/SC; Unoesc Chapecó, Universidade da Fronteira Sul e Unochapecó, promoveu, na última quarta-feira, em Chapecó, o 1º Seminário Regional de Tecnologia e Inovação que integra as atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

O primeiro talkshow da programação reuniu representantes das esferas públicas federal, estadual e municipal que apresentaram as iniciativas de fomento à inovação desenvolvidas por cada uma delas. Em nome do governo federal, Silvério reafirmou o compromisso do MCTI em investir em bons projetos de inovação e advertiu que as universidades precisam estimular o empreendedorismo.

Representando o governo do Estado, o diretor de Ciência e Tecnologia e Inovação da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável do Estado de Santa Catarina, José Roberto Provési, apresentou os projetos relacionados à inovação que estão sendo desenvolvidos pela secretaria como os centros de rede de inovação; Tecnova/SC; Educação Tec; Sinapse da inovação; e o Geração Tec que forma jovens para ingressar na área de tecnologia em todos o Estado, conforme as demandas de mao de obra indicadas pelas empresas. Provési deu destaque para o projeto de Criação do Centro de Inovação que deverá receber recursos aproximados de R$ 98 milhões, oriundos do Pacto por Santa Catarina; de emendas parlamentares e dos municípios.

Por fim, o vice-prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, fez um resgate histórico da colonização de Chapecó e destacou o empreendedorismo e a criatividade do povo que vive aqui. Sobre o seminário, Buligon disse que é em eventos como este, que se definem as metas, afinam os discursos e se indicam as ações. “Já entendemos que o único caminho a ser trilhado para o desenvolvimento econômico é a tecnologia e a inovação. Já estamos indo por ele e deveremos intensificar as ações”, afirmou.

De acordo com o presidente da Deatec, Ernani Zottis, esse seminário, apesar do esforço para sua realização, foi muito gratificante. “Poder unir Universidades, Poder público nas três esferas, e empresários, em um mesmo local e todos pesando juntos para o desenvolvimento de nossa região, demonstra a capacidade e a vontade das pessoas, em tornar a sociedade que vivemos ainda melhor. Estamos escrevendo a história, com a Lei de Inovação, com as tratativas avançadas para o Parque Empresarial, com a efetivação do Parque Chapecó@, estamos dando um passo muito importante para transformar nossa região em uma TecnóPolis. Acredito que a partir dessas ações, em um prazo de cinco anos, a sociedade do Oeste Catarinense deverá começar a colher os frutos”, comemorou.

O empresário Francis Marcel Post que participou do seminário, considera eventos como este muito importantes para conhecer tudo o que está à disposição das empresas a partir dos governos e das universidades. “Precisamos saber o que há de linhas de crédito, linhas de financiamentos e editais, por exemplo”, destacou. Francis começou sua carreira em uma empresa onde desenvolveu um produto. Aí teve a iniciativa de oferecer esse produto para outras empresas e montou o próprio negócio. Isso aconteceu em 2002 e foi a primeira de cinco empresas do ramo que possui hoje.

Para ele o mercado de tecnologias atualmente está bem aquecido porque todas as empresas precisam do serviço, independente do porte dela. O empresário acredita que o setor vai crescer ainda mais porque novas tecnologias estão surgindo a todo o momento para as empresas. “Estamos vendo isso neste evento”, salientou.

Quem também está otimista é o empresário Arterildes Bordignon. Depois de se formar, em 1987, ele começou a trabalhar em uma indústria moveleira em Caxias do Sul/RS. Quando atingiu o cargo máximo, sem perspectivas de crescimento, resolveu voltar para a região e abrir o próprio negócio. “Chamavam-me de louco, mas hoje sou muito feliz por fazer o que gosto. E essa foi a primeira de quatro empresas das quais sou sócio”, lembrou. Bordignon desenvolveu um programa de computador para ajudar na administração de indústrias, comércios e distribuidoras.

Ele percebeu que o seminário tem mostrado que a região precisa desenvolver-se no quesito tecnologia. “Precisamos nos igualar a outras cidades do Brasil para termos apoio dos governos para a realização de eventos como este, por exemplo”, considerou. Bordignon acredita que o mercado precisa ainda de muito serviço, mas faltam profissionais em todo o país. Hoje, em Chapecó, há uma união dos empresários do setor para capacitar os profissionais dentro da própria empresa. “O problema é quando essas pessoas ficam ‘prontas’, um outro empresário os tira da cidade por um salário bem maior”, contou. Bordignon reiterou a necessidade urgente de resolver essa situação pelo bem da manutenção das empresas desse setor que tanto cresce no Brasil, principalmente no oeste catarinense.

A programação do seminário, coordenado pelo vice-presidente da Deatec, Marcio Fortes, também contou com talkshows nos quais as universidades e empresas de tecnologia apresentaram as ações desenvolvidas para o fomento do setor. Fortes ressaltou a importância das intenções de cada um dos agentes de inovação, mas chamou a atenção para a formalização das parcerias que devem ser efetivas com a máxima brevidade possível para que, de fato, o desenvolvimento comece a acontecer.

A iniciativa contou com patrocínio do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (SICOM) e do Núcleo das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (NTIC). Foram apoiadores do evento, os governos Federal, Estadual e Municipal e a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC).

Veja também

Neste sábado, dia 22 Núcleo de Academias da ACIC promove o Dia “D” Saúde21/09/18Ação será realizada no Complexo Esportivo Verdão, das 14 às 17 horas A importância da prática de exercícios físicos para a saúde e qualidade de vida não é novidade. Porém, precisa ser reforçada, pois muitas pessoas ainda não têm o hábito de fazer exercícios ou mesmo ter uma alimentação saudável. Para estimular e conscientizar, o Núcleo de Academias da......
ACIC no Legislativo Requerimento que pede à prefeitura explicações sobre contratos de publicidade é aprovado27/05Vereadores também aprovaram na última sessão de maio o projeto que trata sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do município Após duas sessões com debates, foi aprovado na sexta-feira (24) o requerimento 111, da vereadora Marcilei Vignatti (PT). A proposição pede uma justificativa à administração municipal sobre a necessidade de dois......
Diretores da ACIC visitam presidente da Câmara de Vereadores18/04/16 Os diretores da Associação Comercial e Industrial (ACIC) realizaram, nessa semana, uma visita ao presidente da Câmara de Vereadores de Chapecó, João Marques da Rosa. No encontro, trataram sobre pautas de interesse comum para......

Voltar para Notícias