Aba 1

    NOTÍCIAS

    Postado em 30 de Agosto de 2019 às 15h50

    Empresas recebem o Prêmio ACIC/Unochapecó de Sustentabilidade

    Núcleos (52)
    • ACIC CHAPECÓ -
    • ACIC CHAPECÓ -
    • ACIC CHAPECÓ -
    • ACIC CHAPECÓ -
    • ACIC CHAPECÓ -
    • ACIC CHAPECÓ -

    Em solenidade nesta semana, oito empresas de pequeno, médio e grande portes receberam o reconhecimento

    Oito empresas receberam, nesta semana, o troféu da primeira edição do Prêmio ACIC/Unochapecó de Sustentabilidade. A iniciativa foi da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), por meio do Núcleo de Sustentabilidade, e da Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó), com apoio da Prefeitura do município. As organizações foram premiadas de acordo com o porte (micro e pequena, média e grande empresa) e a dimensão de sustentabilidade (ambiental, social e econômica).

    Na categoria micro e pequena empresa, os vencedores foram: Verde Vida Programa Oficina Educativa (dimensão social), Moeda Verde – Distribuição Online de Conteúdo Sustentável (dimensão ambiental) e Scussel Hortifruti (dimensão econômica). Na categoria média empresa receberam o troféu: Cooperativa de Trabalho Médico da Região Oeste Catarinense – Unimed Chapecó (dimensão social), Dimensão Engenharia e Construções (dimensão ambiental) e Sadi Dallacorte – Posto Alta Floresta (dimensão econômica). Os ganhadores na categoria grande empresa são: Renovigi Energia Solar (dimensão social) e Cooperativa Central Aurora Alimentos (dimensão ambiental).

    Além das premiações, foram certificadas três empresas como destaque em sustentabilidade. Na categoria micro e pequeno porte recebeu o agraciamento o Verde Vida Programa Oficina educativa, na categoria média empresa o destaque foi a Unimed Chapecó e a Renovigi Energia Solar foi homenageada como grande empresa.

    A coordenadora do Núcleo de Sustentabilidade, Eliana Cansian, salientou que o objetivo do prêmio foi reconhecer as empresas e entidades associadas à ACIC com as melhores práticas sustentáveis. Eliana frisou que a definição de sustentabilidade está normalmente relacionada com uma mentalidade, atitude ou estratégia do que é ecologicamente correto. “Porém, o conceito é mais amplo. Uma das perspectivas é o tripé da sustentabilidade: social, ambiental e econômico, no qual um empreendimento é considerado sustentável quando é ecologicamente correto, economicamente viável e socialmente justo”.

    O pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento da Unochapecó, Marcio da Paixão Rodrigues, enalteceu a parceria entre as instituições. “Precisamos acreditar mais nas entidades, pois o trabalho coletivo é mais forte. A base do desenvolvimento é calcada na sinergia que as instituições conseguem gerar entre elas. Quanto mais sinergia, mais próspera será a região. Esta noite é um exemplo disso. O maior incentivo é o exemplo que os empreendedores estão dando para Chapecó e região. Com certeza, esse é o primeiro de muitos prêmios”.

    Para o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, as entidades e pessoas públicas precisam atuar como sensibilizadores e compartilhar as boas práticas. Ele citou o programa Lixo Zero, lançado neste ano pela Prefeitura, e destacou que sustentabilidade é uma cultura que deve ser praticada diariamente.

    O presidente da ACIC, Cidnei Barozzi, frisou que Chapecó tem grandes exemplos de sustentabilidade e que o Núcleo provocou a entidade a fazer mais. “Não é qualquer empresa que está pronta para implantar essa cultura, mas com o Prêmio foi plantada uma sementinha. Nossa missão, enquanto entidade, é fomentar eventos e o desenvolvimento e, juntos aos parceiros, conseguimos atuar para isso. Quem não está pronto para a sustentabilidade terá oportunidade nas próximas edições, pois esse evento entrará no calendário anual da ACIC”.

    O TROFÉU

    O troféu foi pensado para que tivesse, em sua integridade, o conceito de colaboração e sustentabilidade desde sua origem até sua finalização. Foi desenvolvido pela designer Silvia Baggio, junto com a comissão do Núcleo de Sustentabilidade. O troféu tem em sua base madeira, recolhida nas comunidades de Sede Figueira, Água Amarela e Linha Batistello, em Chapecó, e esculturas em raízes provenientes do fundo do lago da usina de Itá. Também compõe o troféu plantas que exigem pouca manutenção. “O valor simbólico perpassa o conceito de que não estamos sozinhos e que em algum momento os contextos se aproximam e se conectam a novos enredos. O que importa, de fato, é que essa percepção alcance não somente este ou aquele local, mas que possamos encontrar, nesse conjunto, o local ideal para nos percebermos enquanto serem globais e que sozinhos não poderemos ir adiante. Somos raízes e juntos estamos comprometidos com a transformação positiva e cada vez mais sustentável do mundo”, explicou Silvia.

    EMPRESAS

    Na primeira etapa, 26 empresas de grande, médio e pequeno portes foram habilitadas nas três dimensões da sustentabilidade. Todas receberam certificado de participação. Na dimensão ambiental foram habilitadas as empresas: Andrelino Correa Filho, Certa Administradora e Corretora de Seguros, Carminatti & Pellegrini, Colégio Logosófico González Pecotche – Unidade Chapecó, Moeda Verde – Distribuição Online de Conteúdo Sustentável e SOS Sustentar – Consultoria em Publicidade, na categoria micro e pequena empresa; TOS Obras e Serviços Ambientais, Dimensão Engenharia e Construções, Nord Electric, Terramax Construções e Obras e Orbenk Administração e Serviços na categoria média empresa; Cooperativa Central Aurora Alimentos e Cooperativa Agroindustrial Alfa na categoria grande empresa.

    As empresas habilitadas na dimensão social foram: Verde Vida Programa Oficina Educativa (micro e pequena empresa); Unimed Chapecó, Unidade Central de Educação FAEM Faculdades, AngelLira Rastreamento Satelital e Inviolável Segurança 24 Horas (média empresa); Renovigi Energia Solar, Brasão Supermercados, Sicoob MaxiCrédito e RQ Indústria e Comércio - Ogochi (grande empresa). Na dimensão econômica foram qualificadas: Scussel Hortifruti e Laborsan Farmácia de Manipulação (micro e pequena empresa); Sadi Dallacorte – Posto Alta Floresta e Abboccato Indústria e Comércio de Cosméticos (média empresa).

    Integraram o Júri Técnico Leandro Alexis Farina (Celulose Irani S/A), Luís Henrique Cândido da Silva (SENAI/FIESC), Raquel de Cássia Souza Souto (Conselho Regional de Contabilidade-SC). A Comissão de Avaliação foi composta por Sady Mazzioni (presidente), Daniela Di Domenico Provin, Eliana Aparecida Cansian, Luciana Maldaner e Dalvair Jacinto Anghében.

     

    Veja também

    Comex em Pauta apresenta benefícios do Certificado de Origem para exportação21/05/20Palestra online detalhou documento e as vantagens para as empresas que atuam no comércio internacional O Brasil é um grande exportador e Santa Catarina se destaca com empresas que enviam produtos para países de todos os continentes. Em Chapecó, muitas empresas mantêm comércio internacional. Porém, nem sempre são transações fáceis de entender para quem está iniciando nesse processo ou pretende começar. Para auxiliar os empreendedores, o......
    Núcleo de Automecânicas da ACIC promove Inspeção Veicular Gratuita21/08/19Ação ocorre nas empresas nucleadas até o dia 30 deste mês Iniciou nesta semana e segue até o dia 30 deste mês a Inspeção Veicular Gratuita (IVG). A iniciativa é do Núcleo de Automecânicas da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), em......
    Prêmio ACIC/Unochapecó de Sustentabilidade Vencedores serão revelados nesta quinta-feira26/08/1926 empresas de grande, médio e pequeno portes foram habilitadas nas três dimensões da sustentabilidade: ambiental, social e econômica As organizações vencedoras da primeira edição do Prêmio ACIC/Unochapecó de Sustentabilidade – promovido pela ACIC, por meio do Núcleo de Sustentabilidade, e Unochapecó – serão......

    Voltar para Notícias