NOTÍCIAS

Postado em 01 de Novembro de 2018 às 09h36

ACIC considera inaceitável o atraso na licitação das obras do Aeroporto de Chapecó

  • ACIC CHAPECÓ -

A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) considerou inaceitável e inexplicável o atraso na licitação para as obras de ampliação e melhorias do Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso. A licitação foi anunciada no início deste ano pelo governador Eduardo Pinho Moreira, mas nunca chegou a ser realizada, embora os recursos da ordem de 10 milhões de reais estejam assegurados pelo Governo Federal.

Para o presidente da ACIC Cidnei Luiz Barozzi, “o Governo do Estado demonstra total falta de respeito com o oeste catarinense ao procrastinar uma obra de vital importância para a economia regional”. Lembrou que o aeroporto cumpre importante papel de integração regional, interestadual e nacional, permitindo que, através dele, o Oeste catarinense tenha acesso aos grandes centros urbanos e industriais do País e do mundo.

A entidade empresarial quer que o Governo do Estado priorize a solução de entraves burocráticos e administrativos para a licitação e efetiva contratação da obra.

O dirigente destacou que o contínuo aumento da demanda – mais de meio milhão de passageiros por ano transitam pelo aeródromo – exige novos investimentos em várias frentes, mas, em especial, no Terminal de Passageiros. Por ter uma elevada abrangência de atendimento, o aeroporto impacta diretamente na movimentação econômica regional. Calcula-se que 50% dos passageiros procedem de outros municípios.
Barozzi assinalou que não é somente a área empresarial que dinamiza suas atividades com o aeroporto, “considerado um instrumento logístico de imensa contribuição regional”. Seu funcionamento reflete diretamente na economia do oeste de Santa Catarina, sudoeste do Paraná e noroeste do Rio Grande do Sul. Chapecó polariza a Mesorregião da Grande Fronteira do Mercosul, que compreende 415 municípios, cujas estruturas locais de gestão dependem do transporte aéreo.

A ACIC considera essencial a elaboração de um plano-diretor de investimentos que contemple, entre outras melhorias, a construção de um novo Terminal de Passageiros com estrutura e condições para receber com segurança e conforto meio milhão de passageiros por ano, a adequação do estacionamento para usuários e visitantes, a instalação de equipamentos de proteção ao vôo e a construção de nova via e acesso rodoviário.

Veja também

Demandas do Oeste são apresentadas à Câmara de Tecnologia e Inovação da FIESC24/05/18Núcleo de Tecnologia de Informação e Comunicação da ACIC, Deatec e Simec expuseram importância do setor de TI e as necessidades para continuar se desenvolvendo O setor de tecnologia está em fase de expansão no mundo todo e no Oeste catarinense não é diferente. As demandas do setor foram discutidas nessa semana em reunião da Câmara de Tecnologia e Inovação da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), em Chapecó. Participaram a Associação Comercial e......
Como inovar no varejo e se manter competitivo no mercado27/02Tema foi abordado em palestra promovida nessa semana pela ACIC, CDL Chapecó e Senac Inovar é fundamental no cenário global, com consumidores que mudam o tempo todo e estão cada vez mais integrados e conectados. O varejista que deseja continuar competitivo no mercado precisa investir em novas ideias. O tema foi abordado......

Voltar para Notícias