SOBRE A ACIC

Institucional

70 Anos

Assista nosso Vídeo Institucional

História

Associação Comercial e Industrial de Chapecó

ACIC: 70 anos de história

A Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) foi fundada em 10 de maio de 1947 com o objetivo de ser uma entidade empresarial representativa do comércio, indústria, prestação de serviços e agropecuária.


Há 70 anos, o empresário Serafim Enoss Bertaso era eleito o primeiro presidente da entidade. Não começava ali a história econômica do Município, mas ali se começava a escrever a história da organização política das classes produtoras que, nesses 100 anos de emancipação administrativa e sete décadas de associativismo empresarial, legaram a Santa Catarina um dos mais eloquentes paradigmas de trabalho e desenvolvimento.


A ACIC, que representa 85% do PIB chapecoense, desenvolve ações consistentes na defesa dos interesses da classe empresarial e do bem-estar da coletividade. É reconhecida no cenário estadual pela sua atuação de vanguarda, com posicionamentos que visam assegurar direitos da cidadania e o desenvolvimento da livre iniciativa. Declarada de utilidade pública através da Lei Municipal 114/80, de 01 de dezembro de 1980, e pela Lei Estadual 5874, de 07 de maio de 1980.


Em 15 de dezembro de 1999, inaugurou sua nova sede no condomínio CESEC – Centro Executivo do Sistema Empresarial de Chapecó, juntamente com CDL e Sicom. O funcionamento das três entidades em um mesmo local representa um grande avanço para o setor empresarial, no sentido de contribuir para o fortalecimento de parcerias e para a união da classe.


É com o senso de visão histórica e de compreensão do papel na sociedade contemporânea que, biênio após biênio, os presidentes das Diretorias Executivas, ao lado do Conselho Deliberativo, assumiram o comando desta que é uma das mais representativas entidades de Santa Catarina.


Desde os primórdios, a crença nos valores do trabalho predominou. Esperança, força e coragem, pouco capital financeiro para investimento, ausência total de recursos tecnológicos, nenhuma preocupação com a derrota e o fracasso marcaram nossos primeiros empreendedores. Eles foram, acima de tudo, trabalhadores visionários, labutando ombro a ombro com seus pares, de tal forma que resultava indistinta a divisão de classes entre detentores do capital e detentores do trabalho. Patrões e trabalhadores se harmonizavam numa vinculação laborativa de cooperação e solidariedade que permeava a maior parcela das relações de trabalho da primeira metade de nossa história.


Esse registro é fundamental na tipificação dos protagonistas daqueles tempos para realçar que a origem de nosso empresário não está vinculada a grande concentração de capital, ao controle de muitos meios de produção ou a subordinação de grandes contingentes de mão de obra, mas resulta, invariavelmente, do trabalho perseverante, continuado, pertinaz de um agente econômico com incrível capacidade de transformar o meio em que atua.


Mesmo transcorrido sete décadas, a ACIC traz como marca de sua atuação uma surpreendente capacidade de mudanças e transformações para enfrentar os novos e inquietantes tempos, mas mantém imutáveis os mesmos compromissos solenemente anunciados pelo pioneiro Serafim Bertaso nos idos da década de 1940.


Por isso, a ACIC atua para tentar reduzir ao mínimo as angustiantes incertezas de nossa era contemporânea, oferecendo oportunidades de debate, de formação, de informação e de intercâmbio que buscam antecipar os cenários desse novo século. Fundamentalmente, porém, a ACIC mantém-se vigilante na defesa dos valores sociais do trabalho e da livre iniciativa, na preservação dos postulados de um mercado minimamente regulamentado e sem as distorções da tecnoburocracia, na valorização do empreendedorismo, fundamentada nas liberdades democráticas para a construção de uma sociedade livre, pluralista, justa e solidária.

ACIC CHAPECÓ "Representar os segmentos econômicos de Chapecó estimulando a livre iniciativa e trabalhando como agente de mudanças. Atender com eficiência e eficácia as necessidades dos associados...

"Representar os segmentos econômicos de Chapecó estimulando a livre iniciativa e trabalhando como agente de mudanças. Atender com eficiência e eficácia as necessidades dos associados correspondendo a suas expectativas. Ser a indutora de ações para o fortalecimento da classe empresarial, oportunizando condições para o surgimento de novos mercados e ampliação dos já existentes".

ACIC CHAPECÓ Ser líder no processo de desenvolvimento de Chapecó e região.



Ser líder no processo de desenvolvimento de Chapecó e região.

ACIC CHAPECÓ      

 

 

 

Presidentes

Presidentes

Estrutura Organizacional

Estrutura Organizacional

• Assembleia Geral (todos os associados);
• Conselho Deliberativo (66 membros);
• Conselho Consultivo (ex-presidentes da Diretoria Executiva e do Conselho Deliberativo);
• Diretoria Executiva;
• Equipe de colaboradores (14 membros).

ACIC CHAPECÓ Novo Conteúdo 03

Diretoria Gestão 2016/2017

Diretoria Gestão 2016/2017

Conselhos

Conselho Consultivo

O Conselho Superior Consultivo é um órgão consultivo da ACIC composto por todos os ex-presidentes do Conselho Deliberativo e ex-presidentes da Diretoria Executiva da Entidade, que tenham exercido o cargo, no mínimo, durante dois terços do mandato para que foram eleitos. O papel do Conselho Consultivo é estudar e manifestar-se em caráter opinativo sobre qualquer assunto de interesse geral da Entidade, ou da classe empresarial, quando lhe for submetido pelos órgãos dirigentes. O mandato dos componentes do Conselho Superior Consultivo é vitalício e será sempre presidido pelo último ex-presidente do Conselho Deliberativo ou, na sua falta ou impedimento, pelo último ex-presidente ou Diretor Presidente da Diretoria Executiva.

Presidente: Mauricio Zolet

Conselho Deliberativo

O Conselho Deliberativo tem como papel acompanhar, avaliar, auditar e deliberar sobre as ações da Diretoria Executiva, como órgão decisório e fiscalizador da Entidade, composto por 54 membros titulares e 12 suplentes, representantes legais das empresas associadas, por elas indicadas, e profissionais liberais, eleitos e empossados pela Assembleia Geral, com mandato de três anos.

Presidente: Marcos Moschetta
Vice-Presidente: Leandro Sorgato
Secretário: Leandra Merisio

Membros Efetivos (Jan/2018)

1. Divaldino Bet
2. Izair José Gambatto
3. João Carlos Stakonski
4. Lodovino Costella
5. Marcos Luiz Ansolim
6. Marcos Mosquetta
7. Margarete Damo
8. Paulo Roberto Dal Piva

Membros suplentes(jan/2018)

1. Aline Menestrina
2. Hugo A. Cansian Junior.
3. Sadi Dall Bello

Membros Efetivos (Jan/2019)

1. Alcione Belache Ferreira
2. Claudio De Marco
3. Gustavo Muller Martins
4. Leandra Merisio
5. Leandro Sorgato
6. Lenoir Gral
7. Milton Sordi
8. Paulo Ganzer

Membros Suplentes (Jan/2019)

1.Altamir Scussiato
2.Marcelo Marafon Porciuncula
3.Pablo Davi

Membros Efetivos (Jan/2020)

1. Alcindo Oliveira Lopes
2. Altemir Ansolin
3. Cezar A. Pagnussatt
4. Claudemir José Bonatto
5. Danilo Conte 
6. Eloi Bergamaschi
7. Gonçalo Coelho
8. Orivaldo Chiamolera

Membros Suplentes (Jan/2020)

1. Celso Tozzo
2. Helon Rebelatto
3. Marcio Muxfeldt

Equipe

Nossa Equipe

  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -
  • ACIC CHAPECÓ -

Ações Sociais

Junior Achievement

A Junior Achievement é a maior e mais antiga organização de educação prática em economia e negócios, envolvendo 8,3 milhões de jovens por ano em mais de 100 países. Criada em 1919, esta organização sem fins econômicos, objetiva despertar nos alunos do ensino fundamental, médio e universitário, de instituições públicas e particulares, o espírito empreendedor, estimulando seu desenvolvimento pessoal e proporcionando uma visão realista de como funciona a economia.

Através de programas educacionais possibilita aos alunos o conhecimento e a vivência de situações relacionadas à carreira profissional e a livre iniciativa. Desde 1997, quando iniciou suas atividades em Santa Catarina, promove a participação voluntária de empresários, voluntários, pais, diretores, professores e alunos. Mais de 100 mil jovens catarinenses já foram beneficiados pelos programas.


A entidade é mantida e administrada por empresas privadas que apóiam com recursos financeiros, bem como, cedendo executivos que possam, voluntariamente, transferir suas experiências, implantando e acompanhando os programas nas escolas.

PROGRAMAS DESENVOLVIDOS

INTRODUÇÃO AO MUNDO DOS NEGÓCIOS
Complementa o currículo básico com conceitos, habilidades e princípios básicos da administração de empresas. Através de informações teóricas e práticas, aos alunos do 6º e 7º ano aprendem sobre a organização e a operação de negócios em um sistema de livre iniciativa. É desenvolvido em sala de aula, durante cinco encontros semanais. São utilizadas dinâmicas que incluem jogos, palavras cruzadas, trabalhos em grupos e simulações.

NOSSO MUNDO
Ensina alunos da 7º ano do Ensino Fundamental a compreenderem os aspectos fundamentais do comércio global. Entendem o papel das trocas entre os países, o marketing internacional, os efeitos da globalização, a importação e a exportação. É desenvolvido em sala de aula, durante cinco encontros semanais. Utiliza exercícios de simulação e o desenvolvimento de um plano de marketing internacionortamentos e atitudes nos âmbitos pessoal e profissional e as conseqüências de seus atos para a sociedade, compreendendo melhor o seu papel como cidadãos.

LIDERANÇA COMUNITÁRIA
Desenvolvido com o objetivo de estimular os jovens a desenvolver conhecimentos e aptidões que lhes permitam destacar-se em suas comunidades. Durante 12 semanas 25 jovens do 1º ano do Ensino Médio entendem o papel do terceiro setor e aprendem, na prática, como desenvolver um projeto social e como administrar uma organização comunitária.

MINIEMPRESA
Aplicado aos alunos do 2º ano do Ensino Médio, agrega à educação formal uma vivência prática de organização e operação de uma empresa, promovendo a troca de experiências e o desenvolvimento de lideranças. Através do método “aprender-fazendo”, 30 jovens, durante 15 encontros semanais, escolhem um produto a ser produzido e comercializado, levantam o capital necessário para iniciar o empreendimento, organizam a administração, elegendo um presidente e seus diretores, compram matérias-primas, pagam salários e comissões, recolhem encargos e impostos. No final de 15 jornadas, a empresa é encerrada e seu resultado financeiro é dividido entre os acionistas. Os encargos e impostos são doados a uma instituição beneficente, à escolha da Miniempresa.

SIMULADOR DE NEGÓCIOS – MESE
O MESE – Management and Economic Simulation Exercise é um
Exercício de Simulação Administrativa e Econômica criado pela Universidade de Harward com apoio da HP Hewlett Packard. Neste jogo de empresas virtuais, jovens entre 16 e 25 anos tomam decisões estratégicas semanais acerca de uma empresa que fabrica e comercializa o produto ECOPEN, uma caneta revolucionária que armazena informações e as reescreve automaticamente. É desenvolvido em sete semanas em mercados organizados, com capacidade para oito empresas com, no máximo, 5 integrantes cada.


PROGRAMA ESPECIAL

EMPRESÁRIO-SOMBRA POR UM DIA
Durante um dia, jovens entre 16 e 20 têm a oportunidade de seguir os passos de um executivo na sua jornada de trabalho, desde as primeiras atividades da manhã, reuniões de negócios, visitas a clientes e demais tarefas rotineiras. O objetivo é proporcionar uma visão realista do mundo do trabalho, mostrando de que maneira os conhecimentos adquiridos em sala de aula podem ser aplicados na sua carreira.


INFORMAÇÕES E CONTATO
Evandro Carlos Badin
Diretor Executivo
Junior Achievement de Santa Catarina
48 3224-8388 – 48 3223-5439
www.ja-sc.org.br - www.twitter.com/jasantacatarina

Coleta de Lixo Eletrônico